Dirigente da União das Escolas de Samba da Maranhão reforça apoio à decisão da Prefeitura


Tony Motta_Blog

O secretário da União das Escolas de Samba do Maranhão (UESMA), Tony Mota, reiterou na tarde desta segunda-feira, 21, o apoio à decisão do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, que determinou 50% do valor destinado ao Carnaval de 2013 para a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS).
 ‘A Uesma está em consonância com a decisão da prefeitura e queremos colaborar na discussão de um novo projeto para o carnaval de passarela’, disse Mota.
 A Uesma tem 12 filiados que, ao saberem que a prefeitura não dispunha de recursos para o pagamento de cachês das escolas, deliberaram em assembleia geral que não participariam do desfile. O documento assinado pelo presidente da Uesma, Oziel Costa Ferreira Neto, comunicando a decisão à Fundação Municipal de Cultura (Func) foi protocolado no último dia 14 de janeiro.
 Segundo Mota, de todas as agremiações presentes na reunião, somente a Favela do Samba discordou. De posse dos ofícios enviados pela Uesma, pela Associação Maranhense de Blocos Carnavalescos (AMBC) e pela Academia de Blocos Tradicionais do Estado do Maranhão (ABTEMA) a prefeitura cancelou o carnaval de passarela e redistribuiu R$ 1 milhão para a pasta da saúde.

Entretanto, os eventos carnavalescos estão assegurados pela Prefeitura de São Luís com recursos na ordem de R$ 1 milhão que serão utilizados para custeio dos gastos com palco, som, iluminação, banheiros químicos e atrações artísticas de bailes e eventos comunitários.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s